Vida Escola | 5 sinais de que seu filho pode ter déficit de atenção e você nunca percebeu

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um transtorno de saúde mental que pode afetar crianças de diversas formas. Este transtorno é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Os sintomas podem variar e muitas vezes passam despercebidos por muitos pais.

Segundo o Healthline, o diagnóstico de TDAH acontece em média quando a criança tem 7 anos de idade. O ideal é que o transtorno seja diagnosticado e tratado cedo, já que o TDAH afeta os estudos e relacionamentos da criança.

“Segundo dados da Associação Brasileira de Déficit de Atenção (ABDA), cerca de 3% a 5% das crianças brasileiras sofrem de TDAH, das quais de 60% a 85% permanecem com o transtorno na adolescência”, segundo reportagem da Veja.

Se você desconfia que seu filho possa ter esse transtorno, procure um médico. O diagnóstico é feito com exames clínicos, com base nos sintomas.

“Não é necessário exame de ressonância, eletroencefalograma ou qualquer outro que avalie características físicas. Os pais não precisam se sentir inseguros por conta do diagnóstico ser feito sem exames, pois na psiquiatria é assim mesmo que funciona”, explica o psiquiatra Paulo Mattos, coordenador do núcleo de estudos de TDAH da Universidade Federal do Rio de Janeiro para a Revista Crescer.

1. Desatenção

A criança com TDAH pode ter problemas em se concentrar quando alguém está falando com ela, parece que ela não escuta e se você pedir para ela repetir o que ouviu, ela terá dificuldades em fazê-lo. A falta de atenção também pode estar presente na escola, ela não consegue se concentrar na aula e seguir instruções dos professores.

2. Hiperatividade

Muitas vezes a criança com TDAH não consegue ficar parada ou sentada. Ela está sempre em movimento e agitada, mesmo sabendo que precisa ficar quieta. Atividades sedentárias são sempre difíceis para ela. Um exemplo disso é a criança ficar mexendo as pernas e mãos, ficar andando de lá pra cá ou falar sem parar.

3. Dificuldade em terminar o que começou

A criança com TDAH pode saltar de uma tarefa para outra sem acabar a anterior porque ela demonstra interesse em diversas atividades, mas tem dificuldade em realmente acabar o que começou.

4. Explosões emocionais

A criança com TDAH pode ter dificuldade em controlar suas emoções. Ela pode explodir de raiva em momentos inapropriados e, em caso de crianças pequenas, isso pode ser visto como “birra”.

5. Impaciência

A criança com TDAH pode ser impulsiva, não conseguindo esperar sua vez quando está na sala de aula ou quando está em atividades com outras crianças. Ela pode agir sem pensar e ter dificuldade para ouvir perguntas até o fim, precipitando-se e se intrometendo em assuntos e conversas alheias.

Fonte: Família.com.br

Deixe um comentário
Como deixar os brinquedos em ordemHábitos que os pais podem transformar na educação dos filhos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *